sábado , setembro 23 2017

Estudo bíblico infantil Ensina a criança o caminho que deve andar

Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se  desviará dele” (Prov.22.6) Ensinando as crianças, Temos a missão de ensinar-lhes os princípios eternos da Palavra de Deus. A criança precisa saber o que fazer com esta história na sua vida. E Ensina a criança o caminho que ela deve seguir.

Assista o Vídeo Acima vai Gostar.

Jesus e as Crianças – Estudo bíblico infantil Ensina a criança

“Respondeu-lhes Jesus: Sim; nunca lestes: Da boca de pequeninos e crianças de peito tiraste perfeito louvor?” Mateus 21.16 Durante o ministério de Jesus, a presença de crianças pode ser notada, embora no contexto social elas estivessem em desvantagem. Quando os sacerdotes e escribas repreenderam a livre manifestação de louvor de crianças a Jesus, o Mestre refutou esta repressão com um texto bíblico (Salmos 8.2). A frase célebre de Jesus afirmando “deixai vir a mim os pequeninos” sempre é lembrada quando falamos de crianças. Mas o que Jesus queria dizer com estas palavras? Certamente há uma mensagem importante neste contexto que revela o tratamento de Jesus para as crianças. Como Jesus tratava as crianças? Vamos refletir nas três passagens que Jesus afirma “deixai vir a mim os pequeninos” e refletir sobre o tratamento de Jesus para as crianças:

1- Jesus dá liberdade às crianças: Mateus 19.14 “Jesus, porém, disse: Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus”. O evangelista Mateus, ao narrar a fala de Jesus sobre as crianças, enfatizou o desejo de Jesus em que as crianças tenham liberdade de vir até Ele. Os discípulos estavam achando que as crianças estavam atrapalhando o Mestre. Mas a preocupação maior do Senhor era que não houvesse ‘embaraços’ ou dificuldades para que as crianças tivessem acesso à sua pessoa. Um exemplo de criança que teve livre acesso até Jesus foi o menino com cinco pães e dois peixes (João 6.9). Embora os discípulos estivessem achando difícil alimentar tão numerosa multidão, aquele menino anônimo se dispôs a contribuir com seu lanchinho. Este comportamento revela que as crianças são surpreendentes e mais ainda é o que Jesus pode fazer através delas. Hoje em dia existem muito embaraços que dificultam o acesso de crianças a Jesus. Por exemplo, a falta de exemplo de adultos, a malícia ensinada a elas desde pequenas, o consumismo, falta de pessoas para ensinar e discipular crianças. Outro empecilho é o tratamento da espiritualidade das crianças como se fosse uma brincadeira, fazendo que quando crescem deixem a igreja pensando que é algo infantil. Jesus quer que as crianças sejam livres para vir até Ele!

2- Jesus vê e defende as crianças: Marcos 10.14 “Jesus, porém, vendo isto, indignou-se e disse-lhes: Deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus”. O evangelista Marcos acrescenta ao texto que Jesus estava olhando para as crianças e ao ver que os discípulos as impediam de ir até Ele, sentiu-se indignado com isso. Com isto aprendemos que Jesus está sempre olhando para as crianças e não fica satisfeito quando alguma mal é feito a elas. Um menino estava possesso de espírito maligno que o prendia deixando-o tão apavorado que se lançava no fogo (Marcos 9.22), mas Jesus o libertou deste mal. Enquanto os fariseus julgavam a história de vida daquela família e os discípulos ficaram confusos sem saber o que fazer, Jesus tomou atitude para salvar aquela criança. Jesus viu o sofrimento do menino e o defendeu do inimigo. As crianças precisam de cuidado. É necessário estar sempre olhando por elas. Um bom tutor nunca perde uma criança de vista. Além disso, proteger a criança de coisas que lhe façam mal é indispensável. Infelizmente muitas crianças são educadas pela TV e os pais não estão vendo o que acontece com elas. Os responsáveis devem defender os direitos das crianças não pensando que somente prover sustento é o suficiente. Jesus está olhando as crianças para defendê-las de todo mal!

3- Jesus chama as crianças: Lucas 18.16 “Jesus, porém, chamando-as para junto de si, ordenou: Deixai vir a mim os pequeninos e não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus”. O evangelista Lucas enfatiza que Jesus chamou as crianças para perto dele. O texto demonstra que alguém estava atrapalhando as crianças de estar perto de Jesus. Os discípulos estavam influenciados pelos valores sociais que excluíam as crianças de muitos direitos como o culto, por exemplo. Mas Jesus queria incluir as crianças declarando que elas já são proprietárias dos Reino de Deus. A filha de Jairo, quando estava doente e Jesus foi à sua casa para curá-la, mas quando chegou ela já estava morta. A primeira atitude de Jesus foi pedir que algumas pessoas (adultos) se retirassem, por não acrescentar a fé necessária no momento. Mesmo a menina estando morta, Jesus foi até ela e a chamou, mandando que se levantasse (Lucas 8.54). A menina ressuscitou! Quando Jesus chama as crianças ele dá vida e tira tudo que tem trazido morte aos pequeninos. Muitas crianças estão morrendo sem Jesus. Mal começam sua vida e já conhecem a morte pela violência, drogas, doenças e todo tipo de injustiça. Jesus está chamando as crianças para ficar perto Dele. A presença de Jesus é a maior segurança que uma criança pode ter. Jesus está chamando as crianças para viver em Sua presença! A expressão de Jesus para que as crianças pudessem vir até Ele deve ser pregada com ênfase no dever de conduzir os pequeninos até Cristo. Certamente muitas daquelas crianças que Jesus abençoou se tornaram seus discípulos posteriormente. Aprendemos que Jesus trata as crianças: -dando a elas a liberdade de expressar sua fé com sua pureza e simplicidade peculiar; – olhando para elas e defendendo de todo perigo; -chamando as crianças para estar perto Dele. Jesus tratava as crianças com amor! Como discípulos de Jesus, devemos conduzir as crianças no Caminho de Cristo! *** A Palavra de Deus é a maior herança que você pode deixar para seus filhos! » CLIQUE AQUI e Descubra como ensinar a Palavra de Deus para as crianças!

6 dicas para professores do ministério infantil – Ensina a criança o Caminho Certo

Para ser um professor do departamento infantil, professor de uma Escola Bíblica Dominical – EBD – é preciso um treinamento adequado para que o professor saiba lidar com as crianças, em cada uma das situações e não ser meramente “babás” das crianças enquanto os pais assistem ao culto. Por outro lado, existe a responsabilidade espiritual do professor da classinha que deve ser muito bem trabalhada para que a igreja infantil não se torne um peso para a igreja e deixe de ser um instrumento de bênçãos para ser um causador de problemas para pais, crianças e igreja. Separamos seis simples dicas para professores do ministério infantil que fazem muita diferença. Este texto tem como objetivo mostrar a importância da preparação do professor do departamento infantil. É um material de apoio para as igrejas sobre o departamento infantil que deveria ser seguido por todos, independente de serem igrejas grandes ou pequenas. Muitas igrejas que preferem colocar os adolescentes para dar aulas para as crianças na Escola Bíblica Domincal Infantil, a EBD Infantil. O problema é que a maioria dos adolescentes não tem preparo para a situação. Não sabem lidar em situações de emergência, não são responsáveis em algumas áreas, não sabem lidar com crianças em situações especiais. O ideal é que os adolescentes sejam sempre auxiliares, e só assumam a responsabilidade de dar aulas no ministério infantil quando se tornarem adultos, ou esporadicamente, um dia da semana, ou quando um professor falta. Ou então, o adolescente deve ser preparado, como os adultos, passando por um curso ou preparação adequada. Infelizmente o que se vê em muitas igrejas, grandes e pequenas, são pessoas sem preparo trabalhando nas classes de EBD Infantil. São pessoas de bom coração e boa vontade, mas que não contam com preparo adequado para lidar com a difícil responsabilidade de preparar as aulas para as crianças no ministério infantil, por isso precisam de apoio e preparo para se tornarem bons professores do ministério infantil. Embora busquem como ajudar no departamento infantil não encontram o respaldo necessário para desenvolverem um bom trabalho na EBD infantil. O professor da EBD Infantil O professor evangelista de crianças deve conhecer e viver os princípios bíblicos para servir de exemplo positivo às crianças. A capacitação do professor não depende apenas de si, mas a própria igreja tem o dever de formar bons professores para o departamento infantil. A bíblia deve ser seu guia de fé e prática. Um cristão que não tem certeza da salvação não tem muito a oferecer às crianças a não ser ainda mais dúvidas e incertezas. As crianças são observadoras e se não formos convictos de nossa fé elas não acreditarão no que falamos. Seis dicas para professores do ministério infantil

1- Basicamente, o professor do departamento infantil tem seis princípios básicos que devem ser seguidos para que possa realmente ser aprovado como professor.

2- Para exercer qualquer tipo de trabalho na igreja, o cristão deve ser dependente do Espírito Santo, da Palavra de Deus e da oração. Com os professores do ministério infantil não é diferente, precisam, assim como os líderes, entender que desempenham um trabalho importante e muito visado pelo inimigo de nossas almas, por isso, deve ser tratado com seriedade.

3-O professor deve se identificar com a criança e amá-la. Gostar apenas das crianças boazinhas, de família cristã ou já conhecidas pelo professor é fácil, o professor da classinha da igreja deve entender que precisa amar cada criança como cristã. Todas elas devem ser vistas como irmãos em Cristo e dignos de nosso amor, perdão e carinho.

4-Lidar com crianças exige paciência e perseverança. Não apenas pelo comportamento das crianças, mas também porque o trabalho desenvolvido com as crianças muitas vezes rendem frutos que demoram a aparecer. Às vezes, só quando ela vira um adulto é que as palavras e lições dadas nas classinhas rendem frutos.

5- Como um evangelista que é, o professor da classinha deve conhecer a necessidade de ganhar crianças para Cristo. Não deve tratar as aulas como aulas de uma escolinha, mas como uma oportunidade de converter vidas.

6- O professor precisa ser responsável em todos os aspectos. Na preparação da aula, na escolha de suas roupas, na preparação da sala de aula, em seu falar, em suas atitudes e até no horário. Por fim, o professor deve ter um bom testemunho de vida. Mesmo fora da igreja deve ser alguém de boa reputação e que vive o que ensina às crianças, por isso, a escolha dos professores do departamento infantil de uma igreja devem ser escolhidos com cuidados, como são escolhidos líderes de casais ou adolescentes, por exemplo. Estes são seis deveres que o cristão deve ter para se tornar um professor preparado para dar aulas na EBD Infantil. É um trabalho que deve ser respeitado e realizado com responsabilidade. Estude estas seis dicas para professores do ministério infantil e leve para os demais companheiros de sua igreja, para que todos cresçam e sejam edificados. » Quer ser um Líder e Professor do Ministério Infnatil? Saiba mais detalhes em: Acesse Clique Aqui

Ensina teu filho no caminho que se deve andar Descubra

Ensinando seu filho no caminho em que deve andar

Ensina o seu filho o Caminho Certo

 

 

Deixe seu Comentário

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *